Mesmo sendo uma das atividades mais antigas praticadas pela humanidade, a agricultura sempre utilizou da tecnologia para produzir mais e melhor. Estamos falando aqui de momentos em que máquinas começaram a substituir animais, quando o estudo da meteorologia fez com que produtores passassem a se preparar para o clima da próxima estação. No mundo de hoje, com tecnologia ditando o ritmo das nossas vidas, não seria diferente com as técnicas utilizadas no campo. Neste post vamos falar sobre a tecnologia na agricultura e dar umas pinceladas nas últimas tendências da área. Confira:

Processamento de dados

Muito utilizada nos mais variados mercados, o Big Data utiliza informações e as transforma em fórmulas matemáticas, facilitando a previsão de situações futuras. Em algo prático como a agricultura, imagine unir em um cálculo a quantidade de nitrogênio do solo, o que será plantado, mais informações meteorológicas — quantidade de chuva ou uma provável seca.

Como a agricultura depende pesadamente da qualidade do solo, com todas essas informações utilizadas em conjunto, torna-se mais fácil preparar o terreno para o plantio.

Drones

Sim, eles mesmos. Em situações onde o campo é tão grande que os produtores precisavam utilizar aviões — ou até mesmo imagens de satélites —, para saber como anda a plantação, os drones caíram como uma luva. Basta programar a rota dos aparelhos e pronto. São tão eficientes que é possível colocá-los para acompanhar o desenvolvimento da safra, vigilância, dentre muitas outras possibilidades. Ainda não é um investimento barato, mas já se mostra uma excelente alternativa para os produtores.

Mecanização do campo

Por conta da precisão e desempenho, mais e mais máquinas estão sendo adicionadas para o plantio de sementes. Imagine um milhão de covas, todas com exatamente a mesma profundidade e distância entre si. O mesmo pode ser dito sobre a colheita, onde tudo é feito de forma rápida, diminuindo bastante o tempo e a qualidade com que o produto chega até a mesa do consumidor.

Telefones celulares

Os smartphones não ficaram só nas cidades, mas chegaram com tudo no campo, e o motivo é simples: com o aparelho em mãos, o produtor tem contato com uma infinidade de informações — sejam elas climáticas ou de mercado. Não apenas isso, imagine como esse tipo de aparelho (graças a sua câmera e conexão com a internet) pode facilitar o trabalho de uma equipe em tirar dúvidas com um engenheiro agrônomo, por exemplo.

Estudo de meteorologia

Apenas entender as estações do ano agora é coisa do passado. Com análises mais eficientes do tempo, é possível programar o plantio de maneira mais eficiente. Imagine dados eficientes dos melhores centros de pesquisa do Brasil — e do mundo —, ao alcance do seu negócio (tudo facilmente acessível de um smartphone)

Sistemas de gestão

Da mesma forma como acontece com empresas em grandes cidades, o campo já abraça sistemas de gestão, passando, assim, a ter total controle sobre acompanhamentos de pedidos, controle de compras e vendas, acompanhamento de orçamentos, controle de metas de produção, gerador de boletos etc. Imagine como uma área organizada como a agricultura pode se beneficiar de mais alguns níveis de conhecimento.

E você? O que acha de toda essa aplicação de tecnologias na agricultura? O seu negócio faz uso de alguma delas? Não deixe de nos contar nos comentários!