Um agrônomo experiente, em geral, está sempre antenado com tendências técnicas, de mercado, de administração do seu negócio e de tecnologia de ponta. A luta contra o desperdício de recursos, os cuidados com a escassez de água e o monitoramento são parte do seu cotidiano? Conhece as inovações que o mercado pode oferecer à agricultura? Será possível ou necessária a inovação em seu agronegócio?

Seguem os cinco problemas que estão destruindo a sua plantação, a chave para responder a tais perguntas:

1. Falta de conhecimento do solo e do tempo (clima)

Conhecer e coletar dados sobre solo e clima é fundamental para o sucesso nas safras. A falta de conhecimento sobre eles é fator-chave para perdas e inconveniências. Por isso, o monitoramento do solo e da meteorologia é fundamental para obter e maximizar os seus ganhos. Usar recursos como as estações meteorológicas pode garantir que não haja perdas por excesso ou falta de chuvas, sendo estratégico por ter sua própria estação. Que tal fazer um acompanhamento mais preciso do tempo e solo?

2. Falta de controle de nutrientes e acidez do solo

Saber se a plantação dispõe dos nutrientes necessários para a potencialização da safra, observando sempre se os nutrientes e a acidez do solo estão de acordo com o seu cultivo. Lembrar que cada tipo de plantação requer diferentes tipos de cuidados com a terra. A falta desse tipo de controle pode acabar em perdas ou imprevistos, podendo até destruir safras inteiras. Para acabar com os problemas, monitore o seu solo regularmente.

3. Falta de planilhas de controle

Para melhorar o controle administrativo, é necessário ter um banco de dados estratégico, de fácil acesso porém seguro no acesso de terceiros. A não utilização de algumas ferramentas administrativas básicas, como o Excel, acaba com a possibilidade de uma gestão eficiente, com menos desperdício de recursos básicos e com o banco de dados financeiros e contábeis. Cabe ao bom gestor controlar os números, para evitar prejuízos por motivos corriqueiros e alocar de forma ótima seus recursos.

4. Não monitoramento de pragas

Fonte de boa parte do medo dos agricultores, as pragas podem surgir e devastar dias e meses de trabalho em pouco tempo. Não são elas um dos grandes problemas que estão destruindo sua plantação? É interessante, por isso, saber como vão as plantações próximas, já que as pragas proliferam rapidamente de plantação em plantação. Com o tal monitoramento de pragas, é possível saber quando intervir com pesticidas antes da proliferação em sua plantação.

5. Falta de comunicação

Relacionada com os demais erros comuns entre os agricultores, a falta de comunicação entre o trabalhador do campo e os administradores pode ser considerada um grande motivo para a má tomada de decisão dos gestores. É interessante manter uma política clara, para assegurar que as metas sejam cumpridas. Saber o que se passa realmente no campo é difícil se os agricultores não relatarem com clareza aos administradores o que se passa. O ideal mesmo é a utilização de ferramentas adequadas para medir temperatura, umidade, acidez, água, nutrientes e prevenir pestes.

Dentre os problemas que estão destruindo a sua plantação, como alguns dos mencionados, uma solução para os agrônomos é utilizar tecnologia de ponta para medir com precisão e projetar plantações, reduzindo custos e tempo ocioso. Investir em equipamentos de monitoramento é tão importante como ferramentas manuais, tratores e sistema de irrigação. Além de tê-los, é mais importante ainda o manuseio correto e a boa análise dos dados. A era da tecnologia, que antes se limitava às cidades, chegou ao campo com força total, trazendo inovações ao agricultor. As novas ferramentas colocam em xeque os problemas exemplificados, podendo assim maximizar lucros, valendo-se da agricultura de precisão.

Nunca foi tão fácil saber o que se passa com o seu agronegócio de dentro do seu próprio escritório ou ainda do seu smartphone.